Esportes eletrônicos, comumente conhecidos como eSports, estão experimentando rápido crescimento não apenas na arena esportiva, mas também no mercado global. Na América Latina, essa indústria está projetada para atingir um valor de mais de US$ 1,6 bilhão no próximo ano. No Peru, a receita gerada pelos eSports deve exceder US$ 12,1 milhões até 2024.

Este ano, Lima sediará o evento de eSports mais lucrativo da América Latina. A segunda temporada da Elite League, organizada pela ESB (Electronic Sports Broadcasting), acontecerá de 2 a 4 de agosto, trazendo os melhores tempos de Dota 2 do mundo com uma premiação recorde de um milhão de dólares, graças ao apoio da Qatar Electronic Sports Federation (QESF).

No Peru, os eSports são dominados por dois jogos em particular: eFootball (anteriormente conhecido como PES) e Dota 2. Após dois meses de eliminatórias online que atraíram mais de 150 equipes de seis regiões diferentes (China, América do Sul, América do Norte e Japão), o torneio foi realizado na cidade de Lima, Peru. , Europa Oriental e Europa Ocidental), as 16 melhores equipes se encontrarão em Lima para as finais preliminares. As equipes restantes competirão nos playoffs no Centro de Congressos ESAN no distrito de Surco no início de agosto.

Os ingressos para o evento estarão disponíveis a partir de 5 de julho em ticketmaster.pe, com preços a partir de S/.80. Cerca de 4.500 pessoas são esperadas para o evento de três dias.

Além de assistir a emocionantes competições ao vivo, os participantes poderão participar de sessões de autógrafos com as equipes, comprar produtos oficiais, desfrutar de diversas opções gastronômicas e participar de um festival de fãs com um banner gigante, atividades e jogos apresentados por patrocinadores como BetBoom, Claro, HP Omen, Victus, HyperX, Oxxo, Ticketmaster, Casino, Volt e Hyatt Centric San Isidro.

As emocionantes partidas serão transmitidas ao vivo nos canais oficiais da ESB no YouTube, Twitch, Kick, Trovo e Facebook, com cobertura em vários idiomas, incluindo espanhol, inglês, russo, português e ucraniano.

As equipes confirmadas incluem Team Liquid, Shopify Rebellions, Heroic, Boom Esports e OG, com mais convites ainda a serem confirmados.

A ESB, empresa peruana especializada na produção e transmissão de conteúdo de eSports, desempenhará um papel crucial como organizadora deste evento histórico. Com um público de mais de 15 milhões de espectadores únicos em várias plataformas sociais, a ESB está posicionada como líder na indústria de jogos em níveis local, regional e global. Ao longo de 2023, seus streams no YouTube e Twitch acumularam mais de 21,5 milhões de visualizações e 7,7 milhões de horas de visualização, números que foram superados no primeiro semestre de 2024 com 15 milhões de visualizações (um aumento de 41%) e mais de 4,8 milhões de horas de visualização (um aumento de 24%).

Dota 2, conhecido como Defense of the Ancients 2, é um videogame de estratégia em tempo real e um dos mais populares do mundo. Com os torneios The International premiando os maiores prêmios monetários da indústria, Dota 2 ganhou grande popularidade no Peru, tornando-se a principal base de usuários ativos do país na América Latina e se destacando no cenário profissional com jogadores acumulando recompensas significativas.

O evento Elite League promete ser não apenas uma celebração dos eSports de elite, mas também uma oportunidade para o crescimento e o potencial da indústria no Peru e na América Latina.

A participação feminina em eSports também está aumentando. Embora os eSports tenham sido tradicionalmente dominados por homens, mais e mais mulheres estão entrando na indústria, desafiando estereótipos e ganhando reconhecimento e recompensas financeiras por suas habilidades profissionais.

De acordo com o último estudo do Target Group Index (TGI), 44% dos gamers em todo o mundo são mulheres. Esse crescimento é notável em várias regiões, com a América do Norte liderando o caminho com 47% de gamers mulheres, seguida pela Ásia-Pacífico com 43%, América Latina com 36% e Europa com 33%.

Quanto às plataformas de jogos preferidas das mulheres, o celular é o principal dispositivo para 69% delas. O laptop ou computador de mesa ainda é usado por 31%, enquanto os consoles, embora em último lugar com 17%, são particularmente populares entre mulheres de 18 a 34 anos.